Notícias

Dinho Ouro Preto pede desculpas a Lucas Silveira da Fresno

Músico admitiu que se arrepende de ter criticado movimento emo no passado

O vocalista do Capital Inicial, Dinho Ouro Preto, está bastante ativo no seu canal do Youtube com vídeos contando curiosidades, histórias da sua vida, da banda, além de entrevistar outros músicos. Na última semana, ele publicou um vídeo bastante inusitado em que admite arrependimento por ter criticado as bandas emo brasileiras que despontaram nos 2000, como NX Zero, Fresno e Restart.

Dinho Ouro Preto disse que pediu desculpas pessoalmente a Lucas Silveira, líder da Fresno, que inclusive chegou a produzir o disco mais recente do Capital Inicial (“Sonora”, 2018), a quem o vocalista hoje classifica como um dos maiores músicos, compositores e letristas do Brasil.

As críticas à Fresno e ao movimento emo foram proferidas no distante ano de 2010 em uma entrevista no programa Lobotomia, conduzido por Lobão na extinta MTV Brasil. Dinho disse na época, entre outras coisas, que “o Restart faz o Fresno parecer Dostoiévski”. O caso foi parar no tranding topics do Twitter e gerou revolta em vários fãs do estilo emo, na época.

O músico brasiliense disse ainda que respeita todos os estilos musicais e que se envergonha do comportamento que teve no passado, de ser excessivamente crítico em relação ao trabalho de outros artistas, assim como sempre fez o próprio Lobão, que o entrevistou.

Confira abaixo o vídeo completo de Dinho Ouro Preto:

Confira a participação de Dinho Ouro Preto no Lobotomia:

Leia também:

2 comentários

Deixe uma resposta