Notícias

Greta Van Fleet: “É a vez da nossa geração brincar com o rock and roll”

Banda falou em nova entrevista sobre a renovação no rock

O Greta Van Fleet segue concedendo entrevistas para promover seu novo e elogiado álbum, “The Battle At Garden’s Gate” lançado em abril deste ano. A conversa mais recente deles foi com a revista Classic Rock e eles falaram sobre como podem contribuir com o universo do rock. “Temos muito mais a fazer”, afirmou o vocalista Josh Kiszka.

Sendo considerados como a salvação do rock por alguns ou como uma cópia descarada do Led Zeppelin, o fato é que o Greta Van Fleet é um dos grupos que mais desperta paixões no mundo rock nos últimos quatro anos, pelo menos. Isso por isso já faz deles um grupo relevante e eles estão bastante convencidos que podem fazer muito pelo estilo.

“Há muito mais que pode ser feito”, afirma o guitarrista Jake Kiszka.

Ele acrescenta em seguida: “Agora é a vez da nossa geração brincar com o rock and roll, criar essas novas ideias, dobrar e quebrar as regras. É emocionante”.

Josh Kiszka concorda com o irmão e acrescenta:

“Temos muito mais a fazer e estamos muito animados para fazer isso. E estamos animados em ver outras pessoas fazendo isso. É meio especial. Um tipo especial e sagrado de … família. Culto? Sim! Hahaha … O rock’n’roll sempre foi um culto, de certa forma?”

Sobre “The Battle At Garden’s Gate”

O Greta Van Fleet parece entusiasmado e orgulhoso com “The Battle At Garden’s Gate”. Na entrevista Jake Kiszka disse:

“É um álbum extremamente dinâmico e muito intenso e queríamos criar algo que fosse orgástico e cinematográfico até certo ponto, o que suponho ser uma ode à nossa infância também”.

Sobre a grandiosidade das canções e o clima épico Josh Kiszka comentou:

“Anos de contemplação, eu acho e alguma auto-reflexão. Muita reflexão e meditação. Mas é emprestado de muita literatura, alguns filmes … e sim, alguns vícios [risos], alguns … er, sim, algum molho secreto, se você quiser. ”

Deixe uma resposta