Conhecer Notícias

The Self-Escape aposta no minimalismo para reinventar repertório

Músico regravou repertório em formato acústico

Felipe Buarque, mais conhecido como The Self-Espace, cantor e compositor natural de Recife (PE), trouxe ao mundo dois EPs em 2019 e 2020 intitulados “Polarize (Pt. 1)” e “Polarize (Pt. 2)”. E agora, em 2021, resolveu se reinventar e acaba lançar versões acústicas das melhores músicas desses dois registros em um novo EP chamado “Polarize (Unplugged)”. A aposta do artista é no minimalismo para mostrar a essência das canções sem “distrações”.

The Self-Escape aposta no minimalismo para reinventar repertório
Foto: The Safe-Escape/reprodução

The Self-Escape faz uma mistura de indie rock e pop alternativo com pitadas de R&B e eletrônico. As músicas dos dois primeiros EPs são densas, cheias de nuances detalhes que instigam o ouvinte a várias audições. O vocal é um dos pontos fortes do trabalho, o timbre grave desliza pelos arranjos com muito desenvoltura.

The Self-Escape aposta no minimalismo para reinventar repertório
Foto: “Polarize (Unplugged) – Capa

Leia também:

TikTok, Miley Cyrus e o possível futuro do rock
Nene Altro prepara livro sobre disco clássico do Dance of Days

No entanto, Felipe sentiu que as músicas do projeto tinham mais para oferecer, foi aí que nasceu a ideia de lançar versões acústicas. “Toda canção tem a sua essência. E ela é normalmente despida de grandes arranjos e afins”, diz o músico em comunicado à imprensa.

Fica nítido na primeira audição que as versões acústicas, pela própria natureza do formato, ressaltam o lado mais “canção” das composições. “Agora, o ouvinte pode captar as mensagens das letras, já que não há distrações. Assim, posso proporcionar um contato mais direto entre o ouvinte e o meu lado compositor. Mais do que isso, também é uma forma de re-apresentar algumas das músicas que ainda acredito muito”, ressalta.

Leia também:

U2 lança projeto “Virtual Road” com shows clássicos
Chorão: documentário será lançado em abril; veja trailer

“Unplugged” foi produzido sozinho pelo próprio The Self-Escape que também gravou todo os instrumentos presentes no registro. Além do violão, algumas músicas contam com arranjos de piano.  

Os destaques ficam por conta da suave “Inner Fights”, que abre o EP, canção que o músico considera como sua “composição mais bonita”, “From Lovers to Dust”, em que ouve-se ecos de Jhonny Cash e “Again”, que tem contornos épicos em a melodia e assovios cativam em poucos segundos. As letras no geral falam de relacionamentos, términos e saudades.

Ouça o “Polarize (Unplugged)” no player abaixo:

2 comentários

Deixe uma resposta