Notícias

“Celebramos todas as formas de rock and roll”, diz CEO do Hall da Fama

Greg Harris defende a ausência de Iron Maiden

Foi divulgado ontem, quarta-feira (12), a lista dos nomes que serão introduzidos ao Hall da Fama do Rock and Roll em 2021. Iron Maiden e Rage Against The Machine estavam entre os artistas que concorriam a uma vaga e acabaram não entrando. A constante ausência do heavy metal acabou gerando críticas na internet e o CEO Greg Harris saiu em defesa das escolhas deste ano.

Greg Harris disse que Hall da Fama do Rock and Roll celebra a diversidade no rock e citou nomes de artistas de heavy metal que foram indicados, mas as acabaram não sendo introduzidos (via Kerrang!).

“É interessante, porque nós [celebramos o metal]. Celebramos todas as formas de rock and roll … Nós nomeamos Maiden, Judas Priest foi nomeado [no passado], colocamos Def Leppard”.

Ele então acrescentou: “Dos que são indicados, mais de 80 por cento deles eventualmente são empossados”, continuou ele.

“É realmente uma questão de: vamos continuar nomeando-os, vamos colocá-los na cédula e vamos levar isso para o corpo de votação. Esta votação teve 16 artistas nela. Eles simplesmente não podem entrar”.

Além de Judas Priest, bandas como Soundgarden, Thin Lizzy, Motörhead e Slayer estão entre os artistas de rock e metal que foram rejeitados nos últimos anos.

Tina Turner, Foo Fighters, Jay-Z, The Go-Gos, Carole King e Todd Rundgren são os artistas que serão introduzidos neste ano.

Leia também:

3 comentários

Deixe uma resposta