Notícias

Guardada há mais de 30 anos, inédita de Cazuza finalmente é lançada

Canção gravada em 1987 ganhou novos arranjos e clipe animado

Foi divulgada na última sexta-feira (9) “Mina”, música inédita do Cazuza gravada há mais de 30 anos para o disco “Só se For a Dois”, de 1987, mas que acabou ficando de fora. A composição é uma parceria do falecido cantor com George Israel e Nilo Romero, com quem ele compôs sucessos como “Brasil” e “Solidão, que nada”.

Canção foi disponibilizada juntamente com um clipe animado por Humberto Barros e contou com uma live de lançamento no canal oficial de Cazuza no Youtube, que teve a participação de George Israel, Nilo Romero e o crítico musical Leonardo Lichote.

“Ela ficou ali no limbo das gravações do ‘Só se for a 2’ e me veio uma outra ideia de arranjo”, conta Nilo Romero. “Eu estava com a master dela aqui no meu estúdio, aí comecei a brincar, fazer outro arranjo, ficou demais, eu mandei para a Universal e decidimos lançar”, acrescentou.

George Israel comentou a letra de “Mina”:

“É uma do Baixo Leblon, da vida, do que estava rolando na hora. Teme esse toque escrachado, daquele começo mais rock and roll”, disse.

Ele falou sobre a personagem que inspirou a canção: “Era uma menina que frequentava o Baixo Leblon, desde menor de idade ainda, durante anos a gente foi acompanhando ela crescendo ficar maior e tal, e transformação dela em uma pessoa que vive na noite.”

A música foi regravada por Nilo Romero com a participação dos músicos Rogério Meanda (guitarra), João Rebouças (teclados), Lourenço Monteiro (bateria) e Marcos Suzano (percussão). Apenas a voz de Cazuza e o coro de Solange Rosa, Eveline Hecker e Paulinho Soledade foram mantidos do registro original.

A música já havia sido gravada pelo cantor Leo Jaime chegou em 1990 e por George Israel em 2007.

“Mina” vem na sequência “Dia dos Namorados”, outra sobra do álbum “Só se For a Dois”, lançada em 2019.

Inédita do Cazuza guardada há 30 anos

Leia também:

Deixe uma resposta