Notícias

Black Sabbath temia ser substituído pelo Van Halen, relata biografia

Biografia do lendário guitarrista narra fato curioso sobre as duas bandas

Será lançado no mês de agosto, lá fora, o livro “Eruption: The Eddie Van Halen Story”, escrito pelo jornalista musical Paul Brannigan, que narra a história do lendário guitarrista que morreu vitima de um câncer em outubro do ano passado.

O site da revista Classic Rock apresentou um trecho da obra que apresenta um fato curioso: o medo que o Black Sabbath tinha de ser substitui pelo Van Halen, quando a banda lançou o seu primeiro álbum em 1978.

A publicação relembra quando a banda de Eddie acompanhou Ozzy Osbourne e companhia em uma série de shows no Reino Unido e nos Estados Unidos naquele ano. O baixista Geezer Butler relata no livro que gravadora já tinha se cansado do Black Sabbath e estava mais interessada no Van Halen.

“A gravadora estava em cima do Van Halen. Eles já pensavam que éramos antiquados e malucos, então o Van Halen estava recebendo todo o tratamento de estrela da gravadora e não estávamos recebendo nada. Quando o álbum Never Say Die! Foi lançado, fomos a uma recepção para na Warner Brothers, e eles estavam tocando o álbum de Bob Marley e não sabiam quem éramos! Nossas vendas haviam caído e acho que eles estavam prestes a nos deixar.”, diz no baixista no livro.

Quem também comenta a situação é o vocalista Ozzy Osbourne, que chegou questionar diretamente os representantes da gravadora e obteve uma resposta que confirmava os temores do grupo:

“Lembro-me de estar em um quarto de hotel em San Diego com Geezer e um dos representantes da gravadora”, disse Osbourne, “e nós tomamos alguns drinques, e um de nós disse a esse cara: ‘Seja honesto, você está apenas nos usando nesta turnê para promover o Van Halen, não é? ‘ E ele disse: ‘Você está certo.’ E se você estiver com uma gravadora que não vai te apoiar …”

O vocalista Ozzy Osbourne acrescentou ainda:

“Quando uma banda sobe no palco antes de você e desce melhor do que você, você quer dizer, ‘Certo, vamos lá e mostrar a eles como fazer’, ou simplesmente desiste. E eles tinham anos depois de nós, e estávamos lutando contra esse processo com nosso antigo empresário por anos, e eu estava cansado de lutar. Nunca entramos em uma banda para nos tornarmos advogados ou contadores, e foi assim que acabou. não tenho a menor ideia.”

Black Sabbath temia ser substituído pelo Van Halen, relata biografia
Foto: Black Sabbath e Van Halen/reprodução

Versão jovem do Black Sabbath

A matéria da Classic Rock destaca ainda uma fala da jornalista Sylvie Simmons que acompanhou um dos shows da turnê das duas bandas. Ela escreveu na revista Sounds na época:

“Para agradar ao público, os Sabbath são difíceis de vencer ou seriam se não fosse por uma banda como o Van Halen. Em alguns aspectos, eles são como uma versão jovem do Sabbath, mais fresco, sem aquela aparência embalsamada de dez anos atrás.”

O próprio Ozzy parecia concordar com a avaliação e chegou dizer a Simmons em uma entrevista:

“Van Halen é uma das viagens mais intensas que já vi na América em anos. Eles são ótimos pra caralho. É como me assistir cedo quando vejo aquele David lá em cima. Quando eu tinha 21 anos, sabe? Só espero que durem tanto quanto nós duramos.”

Leia também:

Deixe uma resposta