fbpx
Notícias

Ozzy admite: gravar novo álbum “me manteve vivo”

Cantor trabalha no sucessor de “Ordinary Man” (2020).

O vocalista Ozzy Osbourne conversou com a revista Metal Hammer e ofereceu mais detalhes sobre o processo de gravação do seu novo álbum, o sucessor de “Ordinary Man” (2020), que está em produção desde o ano passado. Ele admitiu: “fazer meu novo álbum me manteve vivo”.

“Eu fiz 15 faixas”, contou o ex-vocalista do Black Sabbath. “Isso me manteve vivo, você sabe. Nos últimos dois anos, estive em um estado terrível, porra, entre o acidente [Ozzy gravemente ferido depois de cair em casa em 2019] e a pandemia. Isso me manteve são – eu precisava da música”.

De acordo com Ozzy Osbourne o processo está quase no fim, no entanto, ainda não há um título definido ou previsão de lançamento:

“Eu luto um pouco, mas devagar, mas com certeza, estamos chegando lá. Minha única preocupação agora é terminar a maldita coisa. Tivemos o mesmo tempo de produção da última vez, então definitivamente haverá algumas semelhanças. Mas você só terá que esperar e ver o que você pensa”, disse.

O novo disco de Ozzy Osbourne está sendo produzido por Andrew Watt, o mesmo produtor do disco anterior e terá participações de Taylor Hawkins (Foo Fighters), Robert Trujillo (Metallica) e Chad Smith (Red Hot Chili Peppers) e outros nomes ainda não revelados.

“Ordinary Man” é o 12º álbum da carreira solo de Ozzy Osbourne e contou com Duff McKagan no baixo, Chad Smith na bateria e o produtos Andrew Watt na guitarra. O disco também teve a participação de Elton John e Post Malone.

Leia também:

Deixe uma resposta