fbpx
Notícias

U2: Bono admite que não gosta do nome da banda e que tem vergonha de sua voz

Vocalista do U2 ofereceu um olhar negativo sobre alguns aspectos de sua carreira

Bono, vocalista do U2, sempre pareceu um sujeito de bem com vida, mas parece que ultimamente ele anda um tanto deprimido, pelo menos é o que sugere o tom de uma recente entrevista que o músico irlandês concedeu ao ao podcast Awards Chatter. Ele ofereceu uma visão bastante negativa sobre a sua voz e sobre a escolha do nome do grupo formado em 1976. 

O cantor do U2 admitiu durante a conversa com o apresentador Scott Feinberg, que ainda não se convenceu sobre o nome da banda. “Na nossa cabeça era como o avião espião, U-boat, era futurista – como acabou por implicar esse tipo de aquiescência, não, eu não gosto desse nome. Eu ainda não gosto muito do nome” (via Consequence).

De acordo com Bono, o empresário da banda na época foi quem os convenceu da escolha. “Paul McGuinness, nosso primeiro empresário, disse: ‘Olha, é um ótimo nome, vai ficar bem em uma camiseta, uma letra e um número.'”

Em determinado ponto da conversa, ele faz uma espécie de mea culpa: “mas eu estava atrasado em algum tipo de dislexia. Eu também não sabia que os Beatles eram um trocadilho ruim.”

Bono tem vergonha da própria voz

Sobre o seu desempenho vocal, Bono foi especialmente duro consigo mesmo. Ele disse que se sente envergonhado quando ouve as canções da banda. “Eu estava no carro quando uma de nossas músicas tocou no rádio e eu estava, como dizemos em Dublin, escarlate. Estou tão envergonhado.” 

Bono faz questão de destacar que o problema não está com os seus colegas (“a banda soa incrível”) e sim com sua voz “irlandesa de macho”, que ele avalia como “forçada”.

Mais adiante, Bono diz: “Eu só me tornei um cantor recentemente, talvez ainda não tenha acontecido para os ouvidos de algumas pessoas e eu entendo isso”.

Ainda durante o bate-papo, o vocalista elogiou o seu trabalho ao lado Luciano Pavarotti (“Genuíno“), destacou que a música de que mais se orgulha é “Vertigo”, do álbum “How to Dismantle an Atomic Bomb”, 2004, e afirmou que Joey Ramone o fez “perceber que não precisava ser aquele cantor de rock and roll.”

O lançamento mais recente do U2 foi o single “Your Song Saved My Life”, que integra a trilha sonora do filme Sing 2. Um novo álbum da banda segue sem previsão.

U2 – Your Song Saved My Life (From Sing 2)

Música do U2 para a trilha sonora do filme Song 2.

Leia também:

Deixe uma resposta