fbpx
Notícias

Para David Byrne, Spotify “está deixando os artistas desconfortáveis”

Músico comentou a retirada das músicas de Neil Young do Spotify - exigência do próprio cantor, por conta de fake news

O lendário vocalista do Talking Heads, David Byrne, comentou em uma nova entrevista a polêmica envolvendo o Spotify, o cantor Neil Young e o podcast de Joe Rogan (saiba mais AQUI) em uma entrevista ao jornal inglês The Guardian. De acordo com o músico o serviço de streaming sueco “está deixando os artistas desconfortáveis”, disse o músico. 

Fazer críticas aos serviços de streaming não é algo novo para David Byrne. Em 2013, ele chegou a dizer que retirou o máximo possível de sua música das plataformas digitais, por conta do valor pago aos artistas. Na entrevista ao The Guardian ele foi questionado sobre o caso Rogan e disse: “Tem havido todas essas coisas sobre plataformas que têm … digamos, conteúdo questionável ou controverso e divulgando desinformação ou mentiras descaradas ou … não exatamente discurso de ódio, mas coisas que estão deixando muitos artistas desconfortáveis.”

O cantor do Talking Heads acredita que é preciso ser um artista com bilhões de streams para poder conseguir pressionar o Spotify:  “E é muito difícil fazer qualquer coisa para ajudar a melhorar isso, a menos que você seja um Drake ou Taylor Swift, ou esses tipos de artistas. É muito difícil para o resto de nós ter influência.”

Ele voltou a criticar o valor dos royalties que os artistas recebem: “Um punhado de mega, mega artistas estão indo muito bem, e muitos dos outros – especialmente artistas emergentes – estão tendo dificuldades com isso. Definitivamente houve um período em que pensei: ‘Ah, isso vai ser difícil para muitos artistas’, especialmente com a camada ‘freemium’ do Spotify.”

Leia também:

Deixe uma resposta