Listas Notícias

Por onde andam os artistas do Rock in Rio 3? – Parte 1

Terceira edição aconteceu em 2001 e contou com 42 artistas no Palco Mundo

Em janeiro de 2021 completam-se 20 anos da terceira edição do Rock in Rio, realizada em 2001, 10 anos depois da segunda edição que aconteceu em 1991 e 16 anos após a edição de estreia do festival em 1985. O festival ficaria mais 10 anos sem acontecer até o seu retorno definitivo em 2011.

A edição de 2001 trouxe artistas que já haviam tocado nas edições anteriores como o Iron Maiden e o cantor James Taylor, por exemplo, e também muitos artistas que faziam sucesso naquela, como é o caso do Silverchair, ou artistas que estavam no seu auge como a Cassia Eller. Também contou com artistas revelação, caso do Papa Roach, e a volta do Guns N´ Roses depois de quase 6 anos sem shows.

Foto: Jornal O Globo/reprodução

Fatos que marcaram a edição 3

O festival aconteceu de 12 a 21 de janeiro de 2001, no seu local de origem, a Cidade do Rock, (o  Rock in Rio de 1991 aconteceu no Estádio Maracanã). O evento contou com 7 dias de shows distribuídos em dois finais de semana. Passaram, apenas pelo Palco Mundo, o palco principal, 42 artistas. Alguns fatos inusitados marcaram essa edição: o boicote realizado pelas bandas O Rappa, Cidade Negra, Raimundos, Charlie Brown Jr. Skank e Jota Quest, que questionavam o valor do cachê, a estrutura destinada aos artistas brasileiros, bem como os horários das apresentações. Outro fato marcante foi a prisão do baixista do Queens of the Stone Age, Nick Olivieri, que tocou pelado até ser retirado do palco para que se vestisse. Ao final da apresentação ele foi preso pela polícia do Rio de Janeiro. Foi nesta edição, também, que o público assistiu cena lamentável em que roqueiros desmiolados atiraram garrafas no cantor Carlinhos Brown que tocou no mesmo dia que o Guns N´ Roses.

Leia também:

Retrato de época

O fato é que olhando em retrospecto, os line-ups do Rock in Rio funcionam como um registro da época em que cada uma das edições acontece. Muitos artistas consolidaram a sua carreira após tocar no festival e seguem fazendo sucesso enquanto outros desaparecem com o tempo. Pesando nisso, preparamos uma lista que será divulgada em 7 partes contando de forma breve por onde andam os artistas que tocaram nesta terceira edição do Rock in Rio, que contou a participação de 1 milhão e 200 mil pessoas, mais de 150 artistas que tocaram no Palco Mundo ou nas tendas Tenda Brasil, Tenda Raízes e Tenda Cultura e Arte.

Rock in Rio 2001 – Por onde andam? – Parte 1

A primeira parte da lista conta por onde andam os artistas que tocaram na abertura do Rock in Rio 3, realizada no dia 12 de janeiro, confira abaixo:

Sting

Naquele mesmo ano, Sting ganhou um Grammy pela música “She Walks This Earth (Soberana Rosa)” e ganhou um Globo de Ouro pela canção “Until…” no ano seguinte. Se reuniu com o The Police em 2007 e fizeram uma turnê comemorativa de 30 anos do primeiro compacto da banda. Lançou uma autobiografia foi lançada 2004. Segue bastante produtivo: nos últimos 20 anos lançou 7 álbuns de estúdio e 4 discos ao vivo. O próximo registro se chama “Duets” e sairá em março deste ano.

Daniela Mercury

Daniel Mercury fez um show no Rock in Rio 3 baseado no quinto álbum de estúdio “Sol da Liberdade” lançado um ano antes. No ano seguinte, ela representou o Brasil na cerimônia de entrega do Prêmio Nobel da Paz e cantou “Let It Be” com ninguém menos que Sir Paul McCartney. Lançou mais 11 discos nos últimos 20 anos, incluído álbuns estúdio e registros ao vivo. Em 2013 começou a namorar a jornalista Malu Verçosa, com quem se casou naquele ano.

James Taylor

O primeiro Rock in Rio resgatou a carreira de James Taylor em 1985, onde ele fez uma apresentação considera por muitos como “emocionante”. Em 2001 tentou repetir a mágica e fez uma bela apresentação. Lançou 6 álbuns desde então. O mais recente e 19º da sua carreira foi “American Standard”, que saiu em 2020. O cantor ganhou 3 Grammys nesse período (2001, 2003 e 2006).

Gilberto Gil

Foi ministro da Cultura do Governo Lula de 2003 a 2008. Também foi nomeado embaixador da ONU para agricultura e alimentação. Ganhou quatro Grammys Latinos (2002, 2003 e 2010) e um Grammy Award. Lançou deste então 7 álbuns de estúdio e 13 discos ao vivo, muitos deles gravados em parceria com diferentes artistas, entre eles, Ivete Sangalo, Caetano Veloso, Gal Costa e Nados Reis. Seu lançamento mais recente foi “OK OK OK” de 2018.

Milton Nascimento

Milton Nascimento fez abertura do primeiro do Rock in Rio 3 com participações de Lô Borges (Clube da Esquina) e Gilberto Gil. 10 anos depois, o cantor mineiro participaria da edição de retorno do Rock in Rio, em 2011, mas desta vez tocando Palco Sunset juntamente com a cantora americana de jazz Esperanza Spalding. Recebeu o troféu da 25ª edição do Prêmio da Música Brasileira em 2014. Seguiu bastante produtivo nos últimos 20 anos: lançou 6 discos de estúdio, 2 EPs acústicos com releituras e 3 discos ao vivo. Lançou em 2020 um EP em parceria com o rapper Criolo. Seu lançamento mais recente é o single “Drão”, música composta por Gilberto Gil.

Leia também: