fbpx
Notícias

Scalene canta sobre bolhas virtuais, alienação e algoritmos em novo single

Música é a quarta amostra do próximo disco de estúdio da banda de Brasília

Continuando a sequência de novidades iniciada no último ano, o Scalene liberou mais single que deve integrar seu próximo disco de estúdio, ainda sem data de lançamento definida. A faixa da vez se chama “DISCÓRDIA” e coloca em destaque a relação das pessoas com a tecnologia e como ela tem contribuído para gerar o sentimento de solidão. 

O último álbum de estúdio do Scalene foi “Respiro”, de 2019. Em 2020, durante a pandemia, o grupo brasiliense liberou o EP “Fôlego”. Agora, como trio, já que o baterista Philipe ‘Makako’ Nogueira pulou fora do barco, eles se preparam para lançar um novo disco de inéditas. A movimentação começou em setembro com o single “FEBRIL” que foi seguido por “NÉVOA”, “TANTRA” e agora “DISCÓRDIA”

Sobre a nova faixa, o guitarrista Tomás Bertoni comenta: “A tecnologia faz a gente se conectar com bastante informação e pessoas, só que isso acaba não suprindo as necessidades e, sim, gerando solidão. Então, essas bolhas nas quais a gente vive são reflexo da alienação criada pelos algoritmos, tudo fomentado pela tecnologia.”

A letra de “DISCÓRDIA” tem versos filosóficos e poéticos que parecem traduzir o sentimento de angústia de alguém que enxerga um mundo à beira de uma distopia. “Fontes, de juventude numa tela, cega, a noção de que o tempo é rei/Traga-me um olho/Puro, previdente, que daqui só vazo, com chip renovado”, canta Gustavo Bertoni

Sonoramente, a nova música do Scalene segue a mesma linha de suas irmãs: atmosfera densa e pesada guiada por riffs stoner. No entanto, aqui a banda apresenta um flerte com a música eletrônica e com o hip hop. “Á vezes, resgatamos certos elementos ou exploramos novas características sonoras — nosso próximo álbum é um ótimo equilíbrio entre isso. Tratamos mais de falar sobre se sustentar nessa eterna ponte do que sobre chegar ao outro lado”, comenta Gustavo. 

SCALENE – DISCÓRDIA

Novo single da banda Scalene.

Leia também:

Deixe uma resposta