fbpx
Notícias

Taylor Hawkins estava cansado das turnês e pretendia deixar o Foo Fighters, revela matéria da revista Rolling Stone

Publicação ouviu relatos de amigos próximos ao baterista

A revista Rolling Stone dos Estados Unidos publicou uma matéria na segunda-feira (16) que traz relatos de que o baterista Taylor Hawkins, do Foo Fighters, estava cansado das turnês e dos longos shows e pretendia deixar o grupo. O músico foi encontrado morto no dia 25 de março, em um hotel na cidade de Bogotá, Colômbia. 

A matéria da revista teve como fonte relatos de 20 pessoas próximas a Taylor Hawkins, entre elas, Matt Cameron, baterista do Pearl Jam. “Ele teve uma conversa franca com Dave (Grohl) e, é, ele me contou que ‘não podia mais fazer essa merda’ — essas foram as palavras dele”, disse o músico, que tocou com Hawkins no projeto Nighttime Boogie Association.

Acho que eles chegaram a algum tipo de entendimento, mas me parece que a programação da turnê ficou ainda mais louca depois disso”, acrescentou Matt Cameron.

Uma pessoa que preferiu não se identificar, disse à reportagem que “o fato de que ele falou com o Dave e realmente contou a ele que não podia mais fazer isso foi libertador para ele”. 

Um representante do Foo Fighters foi ouvido pela Rolling Stone e negou que Taylor Hawkins tenha manifestado o desejo de deixar o grupo. “Não, nunca houve uma ‘conversa franca’ — ou qualquer reunião do tipo sobre esse assunto — com Dave.”

O Foo Fighters tinha cerca de 60 datas para 2022. Todas as apresentações foram canceladas a após a morte do baterista.

Leia também:

Deixe uma resposta